alert('Acesso realizado');"; } else { $sqlx = mysql_query("INSERT INTO `acessos` SET(`contagem`, `data`) VALUES('$contagem', '$data')"); } } ?> /favicon.ico" /> Exemplo de Cálculo de Taxas de Emolumento e Registro na BMF | Como Aplicar na Bolsa de Valores
/images2/suporte_online.png">
Cadastre-se em nossa corretora!

-Melhor relação custo x benefício;
-Home Broker ágil, prático e estável;
-Atendimento online e por telefone;
-Ganhe um DVD de análise gráfica, na primeira operação!
-Plataforma gráfica profissional gratuita e muito mais!

Abra sua conta!
/images2/cadastre_se.png" usemap="#cadastre_esquerda">
/images2/transp.png'); display:none; position:fixed; left:0px; top:0px; width:100%; height:100%; z-index:444;">

Exemplo de Cálculo de Taxas de Emolumento e Registro na BMF

O primeiro passo para calcular as taxas de emolumento e registro na BMF é encontrar a quantidade de contratos que o cliente operou nos últimos 21 pregões e fazer a média dos contratos para calcular os custos. Isto é feito utilizando a quantidade total de contratos e dividindo por estes 21 pregões, chegando assim ao número de contratos (a média operada nos 21 últimos pregões).

A partir disto o sistema da Bolsa, de acordo com a  circular 044/2011 – DP de 25/10/2011 realiza o calculo de acordo com cada faixa de corretagem que vou colocar abaixo.

Exemplo:

De até Emolumento Quantidade de Ctt por faixa Valor Pago Por Faixa de Contrato
1 10 0,91 10 9,10
11 50 0,81 40 32,40
51 100 0,78 50 39,00
101 190 0,73 90 65,70
191 2000 0,68 121 82,28
Acima de 2.000 0,64

 

       Total de Contratos/Valor     311                                                        228,48

 

Para chegar no valor que o cliente vai pagar de Emolumentos temos que dividir o valor total das faixas pela quantidade de contratos: 228,48 / 311 = 0,73

 

O Resultado R$ 0,73 precisamos dar o desconto do mini contrato que é igual a 12% = 0,09

 

O Resultado R$ 0,09 precisamos dar o desconto por ser operação Daytrade que é igual a 50%, ou seja, 0,09 * 0,50 = 0,04 Valor este que será pago por contrato.

 

A Quantidade que o cliente operou no pregão 20/12 é igual a 646 somente DayTrade, ou seja, 646 * 0,04 = 25,84

 

O Método para apurar a taxa para o contrato NORMAL é o mesmo porem sem o desconto de 50%, ou seja, 0,09 dê um desconto de 12% por ser mini = 0,63

 

Daytrade + Normal = 25,84 + 0,63 = 26,47 EMOLUMENTO

 

 

 

Taxa de Registro.

 

De até Emolumento Quantidade de Ctt por faixa Valor Pago Por Faixa de Contrato
1 10 1,00 10 10
11 50 0,90 40 36,00
51 100 0,85 50 42,50
101 190 0,80 90 72,00
191 2000 0,75 121 90,75
Acima de 2.000 0,69

 

       Total de Contratos/Valor     311                                                        251,25

 

Valor pago / Média operada (251,25 / 311 = 0,81)

 

R$ 0,81 * Faixa unitária fixa (0,81 * 0,1166181 = 0,09)

 

R$ 0,09 (Dê o desconto do mini contrato 12% e multiplique pela quantidade de contratos truncando sempre em duas casas decimais.)

 

0,04 * 646 = 25,84 Referente Daytrade

 

0,09 * 8 Contratos (valor p/ contrato normal, multiplicar por 8 contratos normais),

 

0,09 * 8 = 0,72 Resultado da multiplicação operações Normais.

 

0,72 + 25,84 = 26,56 (Resultado das operações DAYTRADE + NORMAL).